. . o que contém atrás das palavras . .

3.696 km de você

Hoje era para ser só mais um dia normal, sabe sem nada de interessante, como todos os outros. Como o coitado do relógio da cozinha que passa sempre aqueles dois ponteiros idiotas por aqueles 12 números e nunca se cansa. Mas hoje bem no fim da tarde depois de uma manhã congelante, uma tarde na base de 3 edredons que pudessem esquentar até meu último fio de cabelo, eu me deparei com a familia em um debate que eu me incluia mais  no entanto ninguém havia me chamado.
Parecia uma discussão intrigante que envolvia todos, mas que a decisão viria só de um mesmo.  Diziam sobre casas, aviões mudança não entendi bem até finalmente dizerem as 5 palavrinhas, mudar, Manaus, emprego, dinheiro, e meu nome.  Entendi que parecia que meus pais iriam se mudar (meus pais quer dizer eu ir junto), parece que meu pai havia ganhado um tipo de promoção e que lá ele ganharia o dobro do que ganha aqui. Porra. Era pra ser um dia normal, aquela velha rotina idiota de ir a escola com dedos congelando, voltar, comer, dormir a tarde toda e me matar um pouco com comerciais idiotas na tv, porque o mundo viraria essa bomba agora? Justo agora?
Sabe eu ando feliz comigo, com a minha vida, as coisas que eu faço e fiz, sei lá, sabe quando você vê que tem que ser assim, que a vida manda e você cala a boca? Todo mundo diz que a vida da escolhas pra gente ai agente escolhe e se fode, não é bem assim ela nunca me perguntou e ai Anna o que vamos fazer hoje? Vamos se fude então ? Ela não pede a minha opinião, acho que estou em confronto contra o meu eu, contra tudo isso que eu chamo de sub mente que me move, que me motiva. A vida sempre em encurralou em um canto qualquer e falou bora lá então, sai dai agora fia, e eu sempre tive que me virar pra ver aonde é que ela me levava dessa vez.  E agora ela vem com mais um desses joguinhos que acabam comigo, vida quero férias.
Voltando a mais uma tentativa da vida de me derrubar, me parecia que meu pai havia sido chamado para trabalhar em Manaus e sabe fica a um dia e vinte e três horas daqui, 3.696 km, é longe. Sei que seria mudar de vida, zerar tudo sabe? Seria como se eu pudesse me reconstruir, nascer de novo, tentar não errar, conhecer pessoas, fazer tudo mais uma vez. Mas não é tão simples. É você deixar tudo que construiu pra trás, e levar consigo só as memórias, e deixar tudo o que um dia representou algo ali, e deixar que outro alguém entre no seu lugar. Você pensa nas burradas que mesmo doloridas e te deixando as vezes cicatrizes você chegou aonde tá, e percebe que finalmente vai poder esquecer, porque é difícil deixar as coisas pra trás, simplesmente ir embora. Sei, sei eu já sei, gritei milhões de vezes para o vazio que eu queria poder recomeçar, mas agora que ta aqui a oportunidade eu talvez não queira mais.
Já faz horas que to sentada na calçada olhando para a rua e pensando em como vai ser começar de novo, e não sei, não quero. Por mas que talvez seja bom. Um novo começo e mais um final. Finalmente colocar um ponto final no capitulo que até agora mais durou na minha vida. Encerrar com um adeus que veio antes do esperado, e poder dizer que só restou o que a minha memória não foi capaz de esquecer.
Rabiscar as linhas em branco da  minha nova vida, poder respirar um ar novo, mesmo desejando o velho, olhar novos rosto esperando achar algum conhecido, se sentir sozinho no meio de tanta gente, tais sensações tão comuns, mas que podem agora serem realmente vividas.
Vou deixar rolar, e ver aonde a vida quer chegar, e se eu realmente for embora, dessa vez eu for fazer o adeus valer apena, sem lágrimas apenas com velhos sorrisos.

Anúncios

2 Respostas

  1. Dan.

    você vai mesmo? =x

    9 de junho de 2011 às 2:15 am

  2. Você sempre teve escolhas, mas como é sempre difícil toma-las a vida faz isso por você, deixar a vida nos levar as vezes não é bom, as vezes ela leva a gente onde não queremos ir como agora, te vi uma vez, falei muito com você, vai lá saber quando vamos nos ver de novo, mas de uma coisa tu esta certa, a vida brinca coma gente o tempo todo, tomando nos atitude ou não.
    Mudar é sempre bom, nunca sabemos o que pode acontecer, você é uma garota legal.

    9 de junho de 2011 às 5:06 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s